Isso está acabando com nossos sonhos…

Algumas pessoas mais próximas sabem que eu tive um final de semana intenso (40h) com foco em  melhorar o mindset, quebrar crenças limitantes, fortalecer as crenças positivas e fazer uma faxina no lixo que querendo ou não acaba entrando na nossa mente por diversos canais onde em muitos casos nem sempre estamos conscientes, mas faz sujeira do mesmo jeito e nos limita a ir além, nos deixando mais propícios a diminuir nossa autoestima para realizar coisas grandiosas, às vezes o sucesso pode assustar mais que o fracasso sabia?

Algumas pessoas estão sempre preparadas para as coisas darem errado com elas, por uma questão de hábito, algumas usam frases do tipo:

“Comigo é sempre assim, nada dá certo comigo”

“Para os outros é sempre mais fácil”

“Eu tenho uma sorte para arrumar essas situações complicadas”

“Sou velho demais para me adaptar a esse novo mercado”

“Meu tempo já passou”, “Agora é tarde para voltar a estudar”, “Não curto cursos online”, etc.

Enfim, vivem dizendo para si coisas que vão afastando cada vez mais a motivação delas para saírem da sua zona de conforto.

Mas tem outro grupo que às vezes eu me encaixo nele que diz para si coisas do tipo:

“Eu tenho que trabalhar muito, mas muito para ter sucesso”

Nessa frase a gente pode confundir trabalhar certo com trabalhar muito, são coisas muito diferentes é preciso ficar atento a essa sútil diferença.

“Eu amo o que eu faço, mas eu não gosto da exposição apesar de saber que é muito importante, pois só me expondo vou conseguir ajudar as centenas e milhares de pessoas que neste momento precisam de ajuda para trabalhar melhor sua mentalidade e sua empregabilidade”

Quando a gente se expõe nosso telhado fica exposto, esse não é o maior problema quando sabemos o que estamos fazendo e o porquê estamos fazendo, mas o sucesso às vezes assusta, isso às vezes inconscientemente faz com que a gente puxe o freio e se isole mais, algumas pessoas tem medo de crescer mais do que imaginou ser possível crescer, por isso trabalhar as próprias crenças ajuda tanto a você mesmo quanto aos seus familiares ou clientes.

“Eu não posso ganhar muito dinheiro ajudando as pessoas”

Essa é outra crença ruim que faz muitos coaches, consultores desistirem de viver sua missão, qual é o problema de ganhar dinheiro ajudando o outro a atingir seu resultado mais rápido? Quanto custa a falta de conhecimento para quem precisa de ajuda?

Qual é o problema de ser feliz no seu trabalho?

Quem disse que o trabalho tem que ser chato e tem que ser apenas troca de horas por dinheiro? Quem disse que você não pode trabalhar em algo que você ama fazer e acredita que com todas as células do seu corpo que esse é um trabalho importante!

Se você encontrou algo que pode impactar a vida positivamente de outras pessoas, que gera resultados monetize isso e viva disso!

Não é feio cobrar pelo seu tempo, pelo seu conhecimento e pelos seus serviços, feio é ter um conhecimento que pode mudar a vida das pessoas e guardar para você;

Feio é deixar de impactar quem vai fazer um esforço para valorizar seu tempo e seu conhecimento.

Apenas saiba que você nunca vai agradar a todos!

Se você é bom no que faz, quem der um voto de confiança vai perceber que fez um dos seus melhores investimentos nela mesma, quem não der o mesmo voto de confiança pode até te criticar, mas saiba que isso é problema do outro, não seu, algumas pessoas quando preferem usar a frase:

“Eu não tenho dinheiro para pagar por isso”,  outras mais ousadas e que tendem a ter melhores resultados na vida quando estão na mesma situação preferem usar frases como essa:

“Eu vou pensar em um jeito de comprar porque acredito que vai valer a pena! Esse é o conhecimento que me falta para chegar no objetivo que eu desejo, eu vou dar um jeito, eu vou fazer o que acho que precisa ser feito, senão for hoje será daqui a “x” dias.”

Seu papel quando estiver tanto no papel de prestador de serviços ou de profissional trabalhando para um empresário é fazer seu melhor, entregar se possível até mais do que prometeu e lembrar que “só árvores que dão frutos levam pedradas”, mas muitas pessoas irão se beneficiar do seu trabalho se você estiver fazendo o que ama e o que sente que nasceu para fazer.

Bom, tive vários insights, vários mesmos, não dá para escrever tudo, eu farei isso aos poucos nos artigos que eu vou colocar no meu blog: http://recolocacaoprofissional.com e nos meus vídeos no meu canal do youtube, Clique Aqui e inscreva-se!
Mas um que vale a pena compartilhar é sobre autorresponsabilidade, esse serve para todos que estão buscando crescer e vencer, seja como empregado seja como empresário.


É importante sermos responsáveis com nossos pequenos compromissos!

Sabe aqueles compromissos que parecem pequenos, alguns que você acha até um pouco bobo, exemplo:

  • Marcaram um encontro com você às 7h:30 daí você diz ok, combinado! Mas chega as 8h:15;
  • Sabe que a aula começa às 19h mas chega as 19h:25 porque precisou tomar um café antes;
  • Disse que ia para academia 3x por semana, mas só tem conseguido ir 1 porque são tantos compromissos;
  • Disse que levaria seu filho ao cinema, mas esse dia nunca chega;
  • Disse que ia estudar um novo idioma esse ano, mas nem se matriculou ou nunca acessou o curso online;
  • Disse que agora vai, agora vai levar a sério sua recolocação, mas só fica enviando currículos, não faz nada mais que isso, acha que sabe tudo sobre buscar um novo emprego nesse atual mercado, tem uns também que acha que conhecimento é despesa e não investimento, será porque você acha que não vale esse investimento? Se fosse em uma calça de marca, uma blusa da moda, uma viagem também acharia caro? Caro é algo bem relativo né?

Vou te contar o que tem acabado com nossos maiores sonhos, tive esse insight ontem à noite.

Essas coisas pequenas que a gente promete para gente e não cumpre, é isso que está acabando com nossos sonhos, com um futuro melhor, agora pensa comigo:

Como seria sua vida hoje se você tivesse feito tudo que disse para você mesmo que iria fazer nos últimos 5 anos?

  • Onde você estaria morando?
  • No que você estaria formado?
  • Que idioma estaria dominando?
  • Qual seria seu peso hoje?
  • Onde você estaria trabalhando? Fazendo o quê?
  • Como estaria sua saúde?
  • Como estaria seus relacionamentos?
  • Como estaria seu nível de realização pessoal e profissional?

Muitas vezes procrastinamos, falamos que vamos fazer algo e não fazemos, marcamos um horário e não chegamos no horário combinado, a partir do momento que honrarmos o que prometemos para nós mesmos mudamos de nível, porque a nossa palavra terá poder, uma vez dito o nosso cérebro vai considerar realizado porque é assim que somos, se dissermos que vamos fazer, nós vamos fazer, quando chegarmos nesse nível tudo que quisermos alcançar será possível!

Entender isso fez todo sentido para mim, espero que faça para você também e que a partir de agora, tudo que você disser que vai fazer que você faça!

Crie o hábito de cumprir suas pequenas promessas, logo tudo que você ousar ou sonhar será também possível porque somos seres de hábitos e desejo para mim e para você o hábito de terminar tudo que se propôs a começar, zere tudo que passou e comece a partir de agora a honrar TODOS os compromissos, horários e ações que você disse para você e para os outros que irá cumprir!

Sucesso, espero que goste do vídeo complementar onde quis entregar também minha energia para potencializar o novo profissional, a nova pessoa que você será depois de ler esse artigo, EU ACREDITO EM VOCÊ! Não tenha medo do SUCESSO que você está prestes a SER e VIVER!

Um forte abraço,

Janaína Lima

Mentora e Coach de Recolocação Profissional e Empregabilidade

Criadora do Programa Recolocação Profissional 2.0

 

 

 

 

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Ornei Olavo de Sousa Júnior disse:

    Janaína Lima, como sempre, não encontrei outra palavra que não fosse gratidão por suas orientações mas, pude encontrar outras que a complementará e expressar meu sentimento ao ver o vídeo e ler o artigo: Sucesso sempre e que Deus a abençoe imensamente.