#23 Perguntas e Respostas numa entrevista de emprego

Prepare-se para arrasar na sua próxima entrevista de emprego, esse é um artigo completo com 23 perguntas para te ajudar de verdade, clique aqui para saber mais...

Esse artigo é para preparar você para 23 Perguntas e Respostas numa Entrevista de Emprego!

Se você em algum momento ficou fora do mercado de trabalho ou realizou entrevistas para mudar de emprego, você já deve ter se perguntado pelo menos uma vez na vida….

Quais são as perguntas frequentes numa entrevista de emprego?

Quais as melhores respostas numa entrevista de emprego?

Além daquelas perguntas como:

Porque deveríamos te contratar?

Quais são seus pontos fortes?    

Sem dúvidas, você já fez esse tipo de pergunta para si ou pelo menos deve ter pensando: Qual é a melhor resposta para essas perguntas? Quem nunca?

Leia esse artigo até o final, vai valer a pena.

Como não sei se você já me conhece deixa eu só me apresentar rapidamente.

Eu sou a Janaína Lima, Mentora e Coach de Recolocação Profissional e Empregabilidade, criadora do Programa Recolocação Profissional 2.0.

Fico à vontade para falar desse assunto porque tive a oportunidade de contratar e treinar mais de 10.000 profissionais ao longo de mais de 15 anos de experiência com RH, conheço bem esse tema e resolvi compartilhar um pouco da minha experiência com quem busca recolocação e me acompanha nesse blog.

Nesse artigo quero agregar muito valor a você, espero muito em breve receber seu contato me dizendo como está se saindo nas entrevistas e lembre-se de me contar quando conquistar seu tão sonhado novo emprego, essa notícia sempre me deixa muito feliz.

Tem outros vídeos importantes sobre entrevista de emprego no meu canal do youtube, então não perca tempo e se inscreve no canal clicando aqui.

23 Perguntas e Respostas numa Entrevista de Emprego:

#1 – Por que deveríamos contratá-lo? Você se considera a melhor pessoa para esse trabalho?

Não tenha receio dessa pergunta, essa é uma ótima oportunidade para você demonstrar ser o melhor candidato! 😉

É hora de falar do quanto você gosta do que faz, do tempo que você tem de experiência nessa área, da sua formação condizente com a área, quando for este o caso, dos resultados que você poderá proporcionar e do quanto está comprometido em fazer valer cada centavo investido em você.

Se quiser poderá acrescentar que esse período forçado fora do mercado fez com que você valorizasse mais ainda a sua próxima oportunidade, que deseja que seu próximo emprego seja nesta empresa em que está fazendo a entrevista.

Quanto a segunda pergunta inserida na primeira, avalie essa resposta, ela pode te inspirar:

“Não conheço os demais candidatos, mas acredito que sejam fortes concorrentes, mas meu diferencial é a minha energia, meu comprometimento e a minha fidelidade com quem confia em mim, tenho certeza que você nunca irá se arrepender se me der uma oportunidade, pois farei o meu melhor.”

Como você fala é tão ou mais importante do que o que você fala, por isso, seja verdadeiro e assertivo e esteja totalmente presente.

#2 – Fale-me sobre você!

É importante você saber que o recrutador não quer uma resposta longa, é uma pergunta “quebra-gelo,” fale de você rapidamente, seja assertivo, apenas o necessário e acrescente algo sobre sua profissão, tempo médio de experiência, se é casado ou solteiro, sua formação, cite algo como:

Gosto muito de trabalhar com: “pessoas”, “máquinas” ou “tecnologia”.

Cite algo que tenha a ver com sua área de atuação, se você tem algum hobby, fale dele também de maneira rápida e pontual.

Lembre-se de falar frases curtas e interessantes que abram espaço para outras perguntas, mas não exagere na resposta, especialmente se for uma das primeiras perguntas.

#3 – Quais são suas principais qualidades

Ressalte as qualidades que favoreçam ao perfil que a empresa procura, que revele que você é a pessoa que eles estão procurando.

Se você tiver dúvidas sobre essa pergunta, pense:

  • No que as pessoas costumam dizer que você é bom?
  • Você costuma resolver quais tipos de problemas?

Para te ajudar mais ainda vou responder a pergunta 19 e 20 com esse vídeo abaixo. Clique no Play e Assista!

#4 – Quais são seus pontos fracos?

A resposta deve ser sincera e assertiva, sempre mostrando o que você está fazendo para minimizar esses “gaps” Exemplo:

Se você trabalha de forma mais isolada, em um trabalho que exige concentração e é bem-sucedido nisso, é comum “algumas” pessoas com esse perfil ter um pouco de dificuldade para se expor, algumas até dificuldades de relacionamentos em grupo, você pode, por exemplo, falar se for verdade:

Eu sou muito concentrado no meu trabalho, um ponto de melhoria que percebo é me relacionar mais com a equipe, por isso eu pretendo participar de alguns happy hour quando tiver, porque normalmente eu me isolo um pouco quando a atividade exige, isso pode não ser bem-visto, pretendo ser mais sociável, sem atrapalhar minha produtividade.

#5 – Descreva o melhor e o pior chefe que você já teve.

Essa pergunta quer saber o que você aprendeu e o que valoriza, provavelmente citará competências e habilidades que você também tem quando for descrever o seu melhor chefe, até porque é mais fácil responder, citando referências, dessa forma identificará quem foram seus mentores, assim como também demonstrará o que você não concorda quando falar do pior chefe, mas cuidado, não exagere, nem cometa “sincericídio”, afinal de contas você acabará deixando claro quais serão os possíveis desafios que poderá ter ao se deparar com outros chefes que tenham o mesmo perfil negativo que irá citar ao se referir a experiência com o pior chefe.

Você pode finalizar dizendo que com os bons chefes você aprendeu o que fazer e, com os demais, o que não fazer, mas todos foram importantes para você!

Está gostando desse artigo? Então, compartilhe com seus amigos e seja também uma contribuição para quem está buscando um novo emprego.

#6 – Fale sobre seus objetivos profissionais.

Normalmente o recrutador quer saber duas coisas com essa pergunta:

1 – Se você entrou nessa área por que de fato gostava ou se foi por acaso.

2 – Quer saber sobre suas ambições e sua capacidade de se planejar.

Mesmo que essa pergunta não seja feita, apesar de ser bem comum, é importante que você tenha em mente um planejamento para o ano vigente, para o próximo ano e pelo menos uma ideia do que deseja para os próximos 5 anos, isso te ajudará a dar passos mais rápidos e certos na direção do que deseja para se tornar realidade e mostra que planejamento faz parte do seu dia-a-dia.

#7 – Fale-me sobre seu estilo de trabalho.

Os profissionais têm estilos de trabalho diferentes:

  • Uns conseguem produzir muito bem mesmo em meio ao caos, demonstrando uma capacidade de concentração acima da média.
  • Outros entregam um trabalho de excelente qualidade, mas tem necessidade de alguns momentos em silêncio para se concentrar melhor.
  • Outros têm grande facilidade de se relacionar e conseguir o apoio das áreas para cumprir os prazos e metas importantes.
  • Outros têm grande poder de síntese, entendem bem de Excel e de determinados “softwares” que agilizam seu trabalho, lhes possibilitam dar um grande suporte aos seus gestores.

Reconheça seu estilo, veja se faz sentido com o perfil da vaga que está se candidatando e revele sua melhor versão, com brilho nos olhos e se expressando de forma segura.

#8 – Você prefere trabalhar sozinho ou em equipe?

Os profissionais têm estilos de trabalho diferentes:

  • Uns conseguem produzir muito bem mesmo em meio ao caos, demonstrando uma capacidade de concentração acima da média.
  • Outros entregam um trabalho de excelente qualidade, mas tem necessidade de alguns momentos em silêncio para se concentrar melhor.
  • Outros têm grande facilidade de se relacionar e conseguir o apoio das áreas para cumprir os prazos e metas importantes.
  • Outros têm grande poder de síntese, entendem bem de Excel e de determinados “softwares” que agilizam seu trabalho, lhes possibilitam dar um grande suporte aos seus gestores.

Reconheça seu estilo, veja se faz sentido com o perfil da vaga que está se candidatando e revele sua melhor versão, com brilho nos olhos e se expressando de forma segura.

#9 – Você costuma leva trabalho para casa?

Uma boa resposta, se for verdade, seria:

“Apenas se de fato for necessário, se for impossível concluir no trabalho! Geralmente consigo administrar bem meu tempo e não tenho esse hábito.

#10 – Você já teve dificuldade para trabalhar com algum gestor?

Quem nunca? Mas não se engane, esta pergunta é perigosa e deve ser respondida com cuidado e atenção.

☒ Nunca diga que vocês não se davam bem por motivos banais e, sim, porque vocês tinham opiniões e expectativas diferentes. Deixe claro que um bom modo de resolver isso é sentar e conversar, que era o que você procurava fazer quando isso acontecia.

Na pior das hipóteses, quando percebia que não dava para seguir adiante e quando era o caso, pedia demissão. (Claro, se essa resposta de fato fizer sentido para você!).

Lembrando que nem todos vão se identificar com a resposta acima, a ideia aqui é apresentar possíveis caminhos para uma melhor reflexão, confie em você se surgir uma resposta ainda melhor.

Para finalizar, sugiro que tenha cuidado redobrado e não exagere na crítica ao seu antigo chefe, lembre-se do ditado: 

Quando Pedro fala mal de Paulo, sei mais de Pedro do que de Paulo.

#11 – Como você lida com a pressão?

Uma boa forma de responder, se for verdade é:

“Eu estou acostumado a lidar com situações que precisam ser resolvidas com certa rapidez, o importante é não perder a calma, eu foco em resolver o problema, já me acostumei com isso, trabalhar sob pressão não é um problema para mim.”

Você também pode assistir esse vídeo sobre esse tema no meu perfil do Instagram, siga-me por lá! https://www.instagram.com/tv/CLXZ6QuFVE4/?igshid=1h1qlyrzzeglk

#12 – Como você mede sucesso?

Sucesso é algo bem particular, para mim sucesso na vida profissional é trabalhar em algo que eu acredito, ser valorizado e remunerado por isso, cumprir com qualidade as metas que me foram passadas e avançar me tornando a minha melhor versão.

E na vida pessoal é usufruir do resultado com minha família, sentindo-me segura por proporcionar o melhor para eles, poder investir em conhecimento, viagens e seguir com nossos projetos pessoais.

#13 – Por quanto tempo você espera trabalhar aqui?

Acho válido responder algo do tipo:

“Até quando eu tiver a oportunidade de continuar ou até quando meus serviços forem necessários para vocês”,  ou algo como:

“Eu não quero me preocupar com data para sair, vou fazer o melhor que eu puder para ficar o maior tempo possível, pretendo valorizar muito a minha essa oportunidade.”

#14 – Qual é a sua pretensão salarial?

Pretensão salarial é uma pergunta delicada, primeiro sugiro que pesquise qual é a média de salário para a sua profissão e para o nível da empresa que está sendo entrevistado, feito isso, você tem várias opções, vamos citar algumas:

1 – Poderá informar o salário base da sua ocupação e esperar uma proposta;

2 – Informar qual foi seu último salário e dizer que deseja algo próximo ao que vinha recebendo até então;

3 – Pode também agir conforme as suas necessidades do momento, tem momentos que o salário não é o mais importante, você pode dizer algo como:

“Eu tinha um bom salário, mas confesso que isso está no passado, hoje eu preciso e quero voltar a trabalhar, acredito muito nessa empresa, ela não estaria no mercado há tanto tempo se não tivesse também uma boa política salarial.

Acredito que o salário que vão oferecer será compatível com a responsabilidade e importância desse carg e poderá atender minha expectativa. Ficarei grato se puder me informar qual é o salário planejado para a posição ofertada, não desejo fazer leilão de salários, quero de verdade uma oportunidade para mostrar que valho mais do que irei receber, e isso para mim é difícil quantificar.

#15 – Como você se descreveria?

Não existe resposta pronta ou certa para essa pergunta, você precisa considerar a empresa que deseja trabalhar e a posição à qual você está prestes a ocupar, fale sobre seus pontos fortes que vão de encontro com as habilidades e experiências necessárias para que o recrutador entenda que você e o candidato ideal para a vaga em questão.

#16 – Existe algo que você gostaria de saber sobre o trabalho e sobre a empresa?

Essa é a grande oportunidade para você fazer a pergunta mágica:

Caso eu seja a pessoa contratada o que vocês esperam de mim nos próximos 30, 60 ou 90 dias?

Reforce deixando claro que isso é importante para você, pois gosta de ter metas claras para cumpri-las ou superá-las no menor tempo possível!

#17 – Conte-me por que você quer trabalhar aqui?

Nem preciso dizer que você deve estudar muito bem sobre a empresa que vai fazer entrevista certo?
Feito isso que é o básico, compare com suas principais habilidades, objetivos e metas futuras. Saber sobre os objetivos, valores e visão da empresa irá te ajudar a compor uma boa resposta.

Vamos imaginar uma empresa  que tem o objetivo de melhorar o meio ambiente, que tem como valor principal a sustentabilidade e toma ações nessa linha.
É nisso que deverá focar e dar ênfase, ratificando que a empresa vai de encontro com seus valores, que seria uma honra trabalhar em uma empresa que preza e valoriza o meio ambiente, etc…

#18 – Quais são as suas paixões?

O entrevistador quer saber um pouco da sua vida. Não precisa necessariamente citar algo relacionado ao trabalho, mas se fizer sentido fale também, ao expor suas paixões certifique-se de não citar nada que possa atrapalhar seu futuro emprego, seja verdadeiro, porém assertivo!

Outro dia, soube de um candidato que o grande diferencial entre ele e outros candidatos que tinham o mesmo potencial de sucesso na vaga foi o fato dele gostar de fazer churrasco, algo que era uma paixão também para o gestor que gostava de sempre que possível reunir o time para comemorar as metas alcançadas.

#19 – No que você pode contribuir para esta empresa?

Nessa pergunta é importante que você cite exemplos concretos que tenha conquistado nas empresas anteriores e relacione com o que você pode oferecer para a empresa que deseja trabalhar.

Exemplo 1: Eu tive a oportunidade de liderar mais de 100 profissionais dos mais diversos perfis, isso me capacitou a liderar de forma mais assertiva, a identificar quem poderia ser mais feliz e dar mais resultados de acordo com o perfil de cada um.

Exemplo 2: Poderei contribuir com minha experiência em (projetos, máquinas,  pessoas, vendas, atendimento ao cliente ou serviços) você vai falar da sua expertise, daquilo que sabe que você faz bem feito.

#20 – Quais são as decisões mais difíceis de tomar?

Não existe resposta certa ou errada, você será avaliado pela lógica com que as enumera e a forma como resolveu esses problemas, precisará pensar nessa resposta com tempo e atenção.

Darei alguns exemplos pessoais para inspirá-los…

  • Demitir um profissional que é muito bom no que faz, mas é uma má influencia para o grupo, podendo dar mais prejuízo do que lucro para empresa;
  • Pedir demissão de uma empresa, quando sabe que ainda tinha chances de crescer na mesma, fiz isso uma vez e não foi uma decisão fácil de tomar.
  • Decidir não ter mais filhos para continuar crescendo na carreira.
  • Decidir ser mãe no auge da carreira, mas deu tudo certo e não me arrependo dessa decisão, hoje minha filha é meu maior incentivo para ser a melhor profissional que eu posso ser.

#21 – Por que você está deixando seu trabalho?

Claro que a resposta depende da situação de cada um:

  • Tem situações que o problema é o salário, que está incompatível com o nível de experiência do profissional, se estiver muito abaixo, o recrutador irá entender que faz sentido buscar um novo emprego.
  • Tem situações que o problema é a distância, as atividades desenvolvidas, o cargo atual, a falta de desafios.
  • Caso sua saída tenha sido tumultuada, tente concentrar a conversa no futuro, não fale mal do seu chefe, se o problema for grave e de relacionamento, diga que não tem encontrado sentido em continuar na empresa atual e que um ambiente desafiante e motivador é importante para você.

Situações como a última citada acima é  melhor explicar que você não tinha mais o que aprender e que as suas chances de crescimento são mínimas e você deseja seguir a diante, muitas vezes isso basta!

Não existe uma única resposta, pense bem sobre o seu caso, seja sincero, responda com sabedoria que dará tudo certo.

#22 – Descreva uma experiência difícil no seu trabalho e como você lidou com ela.

Cite um exemplo de algo que tenha acontecido no seu trabalho, informe como você resolveu a situação, mas lembre-se:

O problema tem que acabar bem, você deve ter tirado lições aprendidas interessantes, para que o erro não volte a se repetir. Demonstre sua capacidade de solucionar problemas de modo assertivo!

É uma pergunta capciosa, ensaie essa resposta, ela pode ser um divisor de águas se você for sábio na resposta.

#23 – O que você sabe sobre nossa empresa?

Perguntas e Respostas numa Entrevista de Emprego

Essa é a hora de você mostrar que fez a lição de casa, pesquise sobre a empresa.

Exemplo de possível resposta:

Eu sei que é uma empresa com “x” anos no mercado, que tem com seus principais clientes (X,Y,X) que possui valores fortes como (pesquise no site da empresa), que tem a missão de (pesquise no site da empresa) e que me parece muito bem posicionada no seu ramo de atuação.
Essa sem dúvidas é a empresa que eu gostaria de trabalhar.

——–

Bom espero que tenham gostado, que se sinta mais preparado para arrasar na sua próxima entrevista de emprego.

Escreva nos comentários quais perguntas você gostaria que eu gravasse uma resposta em vídeo.

Para finalizar, saiba que se você estiver preparado para essas perguntas, as demais serão respondidas com muito mais facilidade.

Um forte abraço, sucesso!

PS1: Você está buscando um Novo Emprego?

Clique AQUI e conheça o Método Testado e Passo a Passo que mais de 1.500 Profissionais usaram para Conquistar um NOVO Emprego 5x Mais Rápido! Aproveite a BLACK DECEMBER do meu programa mais completo para você conquistar seu NOVO emprego até 5x mais rápido! Acesse agora: https://janainalima.com.br/programa-completo

Grata pela sua atenção!

Janaína Lima

Mentora | Coach de Recolocação Profissional e Empregabilidade

PS2: Erika Rosa enviava currículos sem retorno – veja como ela virou esse jogo, clique aqui.

Sobre o autor | Website

Olá, eu sou Janaína Lima e minha missão é ajudar o maior número possível de profissionais a Conquistar um Novo Emprego e darem uma vida digna para suas famílias! Recrutadora Profissional e Gestora de RH, Psicóloga com MBA em Gestão de Pessoas, Mentora e Coach de Carreira, Especialista em Recolocação Profissional e Empregabilidade. Mais de 500.000 seguidores no Linkedin, a maior rede social profissional do mundo. Mais de 1.500 alunos já conquistaram um novo emprego tendo o meu direcionamento e seguindo minhas estratégias.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

62 Comentários

  1. Zilda Ferreira disse:

    Olá janaína, parabéns pelo artigo, tenho certeza que este conteúdo vai ajudar muitas pessoas que estão batalhando para retornar ao mercado de trabalho. Quero agradecer também pela oportunidade de sugerir o tema do vídeo. Eu gostaria que você gravasse um vídeo referente a pergunta que vou citar abaixo porque acho uma pergunta muito delicada.
    O que você faria se o seu chefe(a) estivesse errado?

  2. Bom dia Janaina…
    Meu Filho Pedro nasceu em Janeiro e desde abril estou a procura de recolocação. Já fiz algumas entrevistas muito produtivas mais percebi que quando falo que tenho um filho de 9 meses a conversa muda.Penso que se estou procurando emprego é porque preciso muito e ao contrário do que os recrutadores pensam meu filho é a razão pela qual estou procurando um emprego e não um impecilho. Vou me dedicar muito mais pois sei das minhas responsabilidades e obrigações. ME AJUDE O QUE DEVO RESPONDER?QUE NÃO TENHO FILHO?

  3. André Falcone disse:

    Obrigado por mais uma entrega de qualidade Janaína! Grande abraço e gratidão por seu programa RP 2.0; logo espero estar com o meu carimbo..tem coisa boa chegando, tô sentindo!

    • Que bom André, obrigada pelo feedback é uma benção ter você em nosso programa RP 2.0 tenho certeza que logo receberá o carimbo de Contratado!

    • Celina disse:

      Oi boa tarde Janaina,um entrevista dor me perguntou qual prato que eu mas gosto?responder que não respondi que nao tinha um prato que eu mas gostava. Será que respondi corretamente?

      • Não tem resposta certa ou errada nesses casos, mas é sempre mais assertivo tentar se posicionar, a ideia da pergunta é conhecer melhor para você, mesmo ele não sendo muito feliz nessa pergunta, em uma próxima vez pode dizer algo como: Eu gosto de tudo um pouco, sou bem flexível quanto ao meu paladar, consigo apreciar diversos tipos de pratos, mas se tivesse que escolher um acredito que seria ( e responda a pergunta).

  4. Olá Janaína, boa tarde!
    Estar ao seu lado é estar em aprendizado constante. A cada dia você nos surpreende com suas entregas. Se perder ao responder essas perguntas é com certeza naufragar no processo seletivo. Por outro lado responde-las assertivamente é navegar seguro rumo à contratação.
    Sou muito grato por tudo que aprendi e continuo aprendendo com você.

    Gratidão!!!

    • Meu querido João é uma honra para mim ter você conosco prestigiando cada entrega e valorizando tudo que produzimos pensando em ajudá-los a trabalhar ainda melhor a empregabilidade e a recolocação de vocês, gratidão pelo seu comentário!

  5. Camila Lima do Vale disse:

    Janaína gostaria que vc respondesse a pergunta quais são seus defeitos e qualidades em vídeo . Agradeço desde já

  6. Olá Janaína,
    Excelente artigo. Parabéns!
    Por favor gostaria que falasse um pouco mais sobre como responder a respeito de uma situação difícil no trabalho e como lidei com ela.
    Obrigado.

    • Oi Alexandre obrigada pelo feedback.
      Essa é aquele tipo de pergunta Alexandre que não tem resposta pronta, porque depende muito da experiência e vivência de cada um, o que posso te responder é que leve em consideração que deve ser verdade porém uma verdade com bom senso, que valorize o seu passe e não que possa ser usada contra você.
      É sempre bom lembrar do perfil da vaga e do estilo de empresa, porque a resposta quando não levado esses pontos em consideração pode depor contra o próprio candidato.
      O objetivo dessa pergunta aberta é saber como você lida com situações imprevistas, que não tem um script pronto, como é seu tempo de resposta, como é sua ação ou inação, se vai focar no sucesso ou no fracasso, enfim, sabendo onde é o terreno e com quem estamos falando a resposta pode variar entende? Espero ter ajudado de alguma forma, se for o caso, envie para mim no e-mail [email protected] alguns opções de resposta que eu posso te falar qual seria a mais assertiva na minha visão, um abraço e obrigada por me acompanhar!

  7. Mayara disse:

    Olá Janaína, primeiro Parabéns pelo artigo nos ajuda muito e você é maravilhosa.
    Eu não sé mais o que fazer tenho gêmeos de 1 ano e 9 meses, parece que quando digo isso nas entrevistas fico cada vez mais longe da vaga. Não sei o que faço de tão errado que perco as melhores oportunidades. Obrigado desde já.

  8. bruno lopes disse:

    oi janaina, agradeço por você ter me ajudado e ajudados outras pessoas não só com esse artigo mais com todos que você tem postado , aprendi como fazer um currículo e como responder da forma correta essa perguntas na entrevista de emprego obrigado. PPRECISO DA SUA AJUDA . eu sou musico freelancer, trabalho com musica desde dos meus 17anos de idade hoje estou com 28 anos,mais tive duas experiencias antes de ser musico e era de menor na época (16anos) . quero entrar no mercado de trabalho em uma área diferente, mais sou grato nas experiencias que tive aprendi muito, sei lidar com as pessoas, tenho muita energia e foco ,sei trabalhar sobre pressão,eu mantenho a calma nesses momentos . estou saindo dessa área porque quero sair da zona de conforto , não sinto prazer nessa área mais e quero um novo desafio para mim. e infelizmente não tenho nenhum registro na carteira de trabalho e estou preocupado com isso…., na correria que estava na área musical parei no 1 grau do ensino médio , mais esse mês me matriculei na escola para fazer as provas que quando eu passar vou terminar a escolaridade. peço a sua ajuda porque conversei com varias pessoas e não tive um feedback legal sobre a minha escolaridade e o sobre não ter registro na carteira….

    não passei na primeira entrevista porque o recrutador fez duas perguntas, / porque você não terminou os estudos?/ e também falou /porque você não tem carteira assinada?/. essa é a minha situação é a minha preocupação no momento não consegui responder . me ajude por favor ,me diga-me exemplos sobre como responder da forma correta essa duas perguntas… vou deixar o meu gmail se ficar facil para ti você pode me responder la também [email protected] desde já te agradeço vou ficar no aguarda do seu feedback, obrigado.

    • Oi Bruno que legal que tem acompanhado meu trabalho e que está gostando.
      Vamos lá para algumas sugestões:
      Se você atua como músico há 11 anos provavelmente você é bom e gosta dessa área de atuação, mudar agora sem ter concluído nem o ensino médio vai tornar essa missão muito mais desafiante do que para pessoas que já tem experiência e seguiram nos estudos, o jogo fica um pouco mais complicado para você, não vou negar!
      O que acontece é que nessa área não tem “estabilidade”, mas em quase nenhuma tem viu….o que falta muitas vezes é um trabalho forte em marketing, em divulgação, pense em estudar mais sobre marketing digital para aumentar sua audiência, crie um canal no Youtube, aprenda a editar vídeos, a usar o facebook como canal de divulgação e pense em dar aulas sobre música, as vezes o melhor trabalho pode ser ensinar aquilo que você é bom, é isso o que eu faço e me sinto realizada em ajudar os outros com meu conhecimento.
      Não estou falando para você desistir do mercado de trabalho, é possível voltar, sim é, com mais esforços, você vai ter que deixar claro que se dedicou a arte e a música, mas que deseja um trabalho onde possa usar suas competências com pessoas, com trabalho sob pressão, com desafios e que até então tinha se dedicado a outro segmento, mas que sente que é hora de mudar de área. Volte a estudar, conclua o ensino médio e pense em curso técnico, profissionalizante, algo que possa te ajudar a entrar na área mais rápido.
      As áreas onde acho que terá mais chance são: Telemarketing, Vendas, Serviços Gerais.
      Mas lembre-se existem um mundo fora da CLT, empreender pode ser uma boa também, veja o último vídeo que gravei e disponibilizei no meu canal do youtube: https://www.youtube.com/watch?v=7jEW7irvSsw

  9. bruno disse:

    oi janaina aqui é o bruno você me respondeu no dia 16 desse mê semana passada.primeiramente peço desculpa por não ter respondido antes , meu celular deu problemas mais só resolvi hoje. vim aqui para te agradecer você respondeu as minha duvidas e ainda foi alem nossa… muito obrigado seu feedback foi incrível vou ser eternamente grato pela as dicas ” os conhecimentos” que você me passou em forma de resposta, vou terminar os estudos e vou dar aula de bateria e a grana vou usar para fazer os cursos profissionalizantes e estudar marketing rsrs e depois vou entregar o currículo para fazer a entrevista 🙂 , vou seguir sua ajuda pode parecer pouco o que vc fez mais foi muito para mim .muito obrigado sou grato. olha eu pensei aqui… seria legal a sua resposta que você meu deu aqui , tu poderia fazer em vídeo a resposta que deu pra mim sei que tem pessoas com o mesmo problema que o meu assim vc iria alcançar mais pessoas que tem o meu caso :). vou compartilhar o seu blog e canal com meu amigos.

  10. bruno disse:

    sim gosto do conteúdo janaina , olha que não é todo muito que da um feedback do jeito certo… obrigado com o vídeo vai ajudar outras pessoas. muito sucesso para ti também .

  11. Josilene Pinheiro disse:

    Olá, eu era microempresária e fechei a empresa. Como faço pra usar isso no meu Curriculum?

    • Josi informe as atividades / habilidades principais que você desenvolveu no período que estava empreendendo que percebe que são valorizados para função que deseja ser contratada, explore isso, empreendedores desenvolve talentos e habilidades que são valorizadas em muitos cargos e funções.

  12. Esse conteúdo realmente me fez pensar de outro maneira em relação a isso. Estava pesquisando e encontrei esse site, valeu mesmo a pena. Grata!

  13. Lucas disse:

    oi janaina ,muito obrigado pela as dicas do artigo sou grato aprendi ainda mais por rever sobre esse assunto , estou me recolocando no mercado de trabalho. 🙂 no meu caso tenho 26 anos, não tenho cursos (qualificação) mais estou terminando o 2 grau do ensino médio no ceeja e a escola não atrapalha caso for trabalhar, os horários da escola são flexíveis . sempre trabalhei como autônomo desde dos 17 anos e nesse mês decidi ir para área de segurança, (controlador de acesso). a empresa não exigi ensino médio completo, vai oferecer o curso de controlador de acesso para quem não tem experiência , caso a pessoa passar na entrevista. no meu caso como não tenho nenhum curso de qualificação , mais vou terminar o 2 grau do ensino médio em novembro desse ano, nesse resumo que te contei sobre mim, com esse perfil seria errado entregar o meu currículo pessoalmente nessa empresa? preciso da sua opinião sobre isso , e como você é especialista nisso vai me ajudar da forma correta ,vou aguardar a sua resposta … obrigado

    • Lucas não tem nada de errado em tentar enviar o currículo, mas nem sempre isso basta, quanto falata qualificação tem que sobrar no networking, busque se conectar com pessoas que trabalham na empresa que você gostaria de trabalhar, isso pode ajudar bastante se você nutrir um bom networking e se fazer presente de maneira assertiva, informe seu desejo em trabalhar como controlador de acesso, como segurança, foque sempre no que tem de positivo, não precisa ficar ressaltando o que te falta, o que falta, continue avançando, conclua o ensino médio e busque cursos de qualificação na área que deseja entrar. Veja se as escolas tem alguma bolsa de estudo.

  14. Aula Focus disse:

    Bom artigo, suas dicas são muito boas. Parabéns pelo seu trabalho

  15. Sensacional este artigo. Valeu!!!

  16. Leandro Mari de Souza disse:

    Janaína, parabéns pelo artigo sobre as perguntas esquadrinhadoras dos empregadores.
    Os candidatos precisam entender que devem se preparar antecipadamente para qualquer entrevista de emprego. As respostas devem estar em sintonia com o plano estratégico ou de negócios da empresa que oferece a vaga.
    Um dos maiores problemas encontrados em 18 anos exercidos em cargos de liderança foi o fator comportamental dos profissionais.
    As pessoas têm de aprender que na maioria esmagadora dos casos de desligamento das empresas residem no fato de haver falhas de etiqueta comportamental dos profissionais.

  17. Roseane Pinheiro disse:

    Amei esse artigo no seu blog. Já fui questionada com várias perguntas dessas em entrevistas, antes de ler esse artigo e, confesso que se tivesse visto antes minhas respostas teriam sido bem diferentes. Essas perguntas e as dicas ajudam muito no preparo. Ainda estou buscando, mas tenho certeza que na próxima convocação irei me posicionar melhor. Parabéns pela conteúdo e por fazer a diferença, mostrando ser útil à essa geração. Deus é contigo.

  18. Edivânia disse:

    Quero sair do meu atual emprego ,tive oportunidades ,porém o salário não é compatível,e sei q será só isso ,não tem mais pra onde crescer .como explicar isso ?

  19. UEDE CARLOS FRANCISCO DE OLIVEIRA disse:

    Ola janaína, muito boa as suas colocações, ótimo trabalho.Eu queria saber, o que o entrevistador quer saber quando ele pergunta “quais são suas estratégias para liderar a minha equipe”? o que ele quer saber?

    • Ele quer saber exatamente isso! Quer entender o que você conhece sobre gestão de pessoas, sobre gestão de time, do negócio em si, quer que você se venda de maneira que ele perceba que você é a melhor opção, treine bem essa resposta, nem todos perguntam, mas é bom estar preparado! Aproveitando Uede convido você a participar do Workshop Novo Emprego, um evento 100% gratuito e online, para se inscrever clique aqui: https://janainalima.com.br/convite-evento-gratuito-blog

  20. Márcia Nogueira Panicio disse:

    Olá Janaina,

    Adorei o seu material, me mostrou varias formas de me expressar, tenho buscando subir alguns degraus na minha carreira profissional, estou no meio de um processo seletivo interno na minha empresa e acredito que esse artigo ajudou-me a melhorar a minha comunicação de uma forma assertiva.

    Gostaria de deixar uma pergunta para o próximo vídeo .

    Porque sentimos que vagas internas estão sempre direcionadas a alguém específico e não buscando realmente pessoas que se enquadrem no perfil?

    Desde de já agradeço.
    Um forte abraço.

    Márcia Nogueira

    • Oi Márcia que bom, gratidão pelo feedback, quanto a questão da vaga interna, cuidado para não deixar isso se tornar uma crença, geralmente quando abrem vagas externas é exatamente porque querem conhecer o mercado externo e avaliar se tem alguém com o perfil mais pronto e adequado para vaga, claro que não encontrar alguém com o perfil exato buscado, quem está dentro pode ter mais benefícios por conhecer a cultura da empresa e talvez já ter um bom relacionamento na empresa, mas quem tem mais brilho nos olhos e sabe se vender melhor pode se beneficiar disso, por isso sugiro que conheça o Programa Recolocação Profissional 2.0 e aproveite as dicas que compartilho no Workshop Novo Emprego, um evento 100% gratuito e online, para se inscrever clique aqui: https://janainalima.com.br/convite-evento-gratuito-blog

  21. Adorei seu conteúdo Parabéns, bem completo e dinâmico. Era exatamente o que eu estava buscando na internet e todas as minhas dúvidas foram tiradas aqui. Muito sucesso e gratidão!

  22. Kátia Cristina Machado da França disse:

    Porque vc quer trabalhar nessa empresa, e pq a empresa deve te contratar?

  23. Adriana Alves da silva disse:

    O que você esperar do.gestor em uma situação imediata?

  24. Ariel Souza disse:

    Bacana demais! Obrigado pela luz.

  25. Cristiane disse:

    Eu amei o ler esse artigo. Acrescentou muito pra mim pois eu nunca participei de uma entrevista de emprego em empresa grande, então não fazia idéia do tipo de pergunta que poderiam serem feitas. Gostaria que gravasse um vídeo respondendo a pergunta: quais são as suas paixões.

  26. Giovanna disse:

    Oii, artigo muito bom, tenho uma entrevista semana que vem e estou lendo essas dicas todos os dias, estou muito nervosa pois eu já trabalho na empresa e vou fazer uma entrevista para um cargo melhor aqui… Porém tem pessoas externas que também participarão, e eu penso que se eu não conseguir essa vaga agora (que é a que eu quero e estou fazendo curso superior), nunca vou conseguir, pois estou me doando ao máximo, já tenho experiência na área e já conheço a empresa. Estou em uma situação muito difícil. São muitos pensamentos negativos! Essa vaga pode mudar minha vida.
    Muito obrigada pelas dicas, vou estudar bastante!

  27. Ana Maria Lima disse:

    Janaína!

    Parabéns e muito sucesso.

  28. ingrid Flushoh disse:

    Boa tarde Janaína excelente artigo está me ajudando como responder ao entrevistador e se sair bem numa entrevista de emprego.

  29. Samantha dos Santos Montenari disse:

    Muito útil a postagem, obrigada por compartilhar seu conhecimento, acredito que será de grande valia para todos que leram.