Consegui um Emprego. E agora? Como passar no período de experiência?

Começar um novo emprego pode desencadear uma mistura de sentimentos e sensações como: Ansiedade, receios, euforia, felicidade e alguns questionamentos. Leia o artigo completo aqui abaixo. :)

Como passar no período de experiência.

período de experiênciaComeçar um novo emprego pode desencadear uma mistura de sentimentos como. Ansiedade, receios, euforia, felicidade e alguns questionamentos como: será que passarei do meu período de experiência? A empresa é boa mesmo? Darei conta do recado? E os colegas de trabalho, serei bem recebido? Se não gostarem de mim?

Será que passarei do período de experiência? Terei um treinamento das minhas novas atividades? Como será o meu Líder?

Enfim, é sempre um momento desafiante, tanto para empresa, quanto ao novo colaborador, que está muitas vezes feliz, mas com receio de não ser aceito e com dúvidas se dará conta do recado.

Como ambos estarão sendo avaliados, (empresa x colaborador), é importante que o novo colaborador tenha a estrutura e as orientações necessárias para realizar um bom trabalho.

É no período dos 90 dias iniciais que você e a empresa iniciarão a relação profissional. Nestes primeiros meses, é preciso “pisar em ovos” e não tomar atitudes que possam lhe prejudicar.

No caso do colaborador, o período de experiência possibilita uma análise mais detalhada e mais prática das condições oferecidas pela empresa, ambiente de trabalho, clima organizacional, políticas, entre outros.

Para a empresa, o acordo serve para ser possível avaliar as competências e habilidades do colaborador, e validar se ele realmente está apto para a prática da atividade pelo qual foi contratado.

Lembre-se:

Péssimo relacionamento interpessoal, má apresentação pessoal e atitudes que desviam dos valores propostos pela empresa, são alguns pontos que resultam quase sempre em quebra de contrato no período de experiência.

E antes de desenvolver o tema dessa newsletter por completo, quero te fazer um convite direto e muito especial. Inscreva-se GRATUITAMENTE no meu Canal do YouTube Clicando AQUI e receba dicas e conteúdos para te ajudar a conquistar um NOVO emprego, TROCAR de emprego ou aumentar sua empregabilidade no mercado de trabalho.

Já são mais de 94.000 profissionais como você inscritos no canal, mas talvez ainda falte você e a sua ação não custa nada. É de graça! Inscreva-se GRATUITAMENTE clicando AQUI! ????

Agora continuando o tema de Como passar na experiência de 90 dias, assista esse vídeo que fiz para complementar o tema e depois leia o passo a passo detalhado logo abaixo do vídeo. ???? ????

Aqui vão algumas recomendações para você se sair bem no período de experiência.

???? Primeiro mês (Conheça a empresa e sua responsabilidade).

O ideal é que logo no primeiro mês o novo colaborador tenha clareza do que esperam dele, quais são as metas do seu setor e quais são suas atividades e responsabilidades.

Leia e entenda os procedimentos da sua área, entenda como funciona os relatórios, conheça o sistema que você alimentará com dados, conheça a estrutura e a cultura da nova empresa. (missão, visão, valores, metas, identifique os pontos fortes e se possível, pontos fracos, mas esses guarde para você propor alguma solução, quando for oportuno).

Enturmar-se com os novos colegas é importante, seja gentil com seus colegas de trabalho, mas tenha paciência para ganhar a confiança deles, especialmente se você entrou na vaga de alguém que foi demitido e era muito querido(a).

Por vezes a vaga preenchida era desejada por alguém internamente, o que causa às vezes “certa resistência.” Procure entender onde você está pisando, antes de achar que encontrou seus melhores amigos.

Coloque em prática os objetivos estabelecidos desde o primeiro dia.

Pontos importantes que você deve ficar atento desde o primeiro mês, até completar  seu período de experiência.

  • Evite atestado no período de experiência;
  • Seja pontual e proativo;
  • Controle o uso do smartphone e das redes sociais;
  • Mantenha uma boa apresentação pessoal;
  • Observe mais e fale menos, para que sua fala seja a mais assertiva possível;

Faça anotações, para evitar ficar perguntando as mesmas coisas várias vezes;

Evite ficar falando dos seus problemas pessoais, você está em fase de avaliação, seja assertivo no falar, no fazer e nos cuidados pessoais.

Ajuste seus hábitos (praticar exercícios, meditar, ler, por exemplo, tende a ser positivo) – inclusive impactando o seu desempenho neste período de experiência no trabalho. Cuide da sua saúde física e mental para ir mais longe, é uma maneira de extravasar o estresse e evitar a procrastinação.

⚠ Segundo mês – (Seja proativo e mão na massa).

  • É importante ter pequenas vitórias logo no início, para isso a dica é fazer o que for mais fácil primeiro, comece a trabalhar em projetos de curto prazo, com o foco de garantir algumas entregas.
  • Identifique seus “gaps”, quais são as habilidades que precisam ser melhoradas para ajudar na sua efetivação ou possível promoção.
  • Identifique quais são as tarefas importantes do setor que não estavam sendo realizadas, ou estavam atrasadas por falta de mão de obra, ou de alguém que conhecesse do assunto. Se puder assumir essa atividade, você ganhará pontos positivos.
  • Apenas tome cuidado para não se comprometer em excesso, pois quem não consegue entregar o que promete, acumula pontos negativos.
  • Tudo que foi recomendado no primeiro mês, ainda está valendo!

???? Terceiro mês – (É o mês do tudo ou nada! Hora da decisão)

  • Caso você esteja gostando da empresa, do seu setor, chefia e colegas, este é o momento de consolidar o ótimo profissional que você é. Sem descuidar do relacionamento interpessoal.
  • Se tiver uma chance de sugerir melhorias, faça!
  • Nesse terceiro mês você já tem uma boa ideia de como é o seu novo chefe, quem são os colegas que você tem mais afinidade, com quem você deve tomar mais cuidado e já entendeu como é a dinâmica do setor e da empresa.
  • Se a empresa foi aprovada nesse período de experiência por você, é hora de fincar bandeira na posição que ocupa, confirmando ao seu gestor que a contratação foi realmente assertiva e passar com louvor pelo período de experiência.
  • Mas é importante que você se lembre de manter, a partir daí, as mesmas posturas profissionais para garantir a continuidade na empresa. O seu desempenho continuará sendo avaliado pelos próximos meses também, mesmo que não tenha nenhum feedback formal.
  • Utilize o período de experiência no trabalho como uma oportunidade para obter um feedback inicial sobre o que você está fazendo certo, o que precisa melhorar e como você pode aproveitar o seu tempo para obter o melhor resultado possível.

Resumindo:

É preciso ser cauteloso, evitando gafes e situações constrangedoras.

Observar o comportamento dos demais colegas e a cultura da empresa, para não destoar do ambiente.

Demonstrar vontade de aprender, proatividade, pontualidade, comprometimento e perfil “mão na massa” também são formas de ser visto de maneira positiva pelos superiores, principalmente em épocas em que as empresas operam com equipes cada vez mais enxuta.

É importante ter cautela para não propor grandes inovações sem ter observado e entendido como os colaboradores da companhia trabalham.

Demonstrar humildade para aprender e reconhecer o que ainda não sabe fazer também costuma ser mais valorizado, do que tentar ocultar algum ponto que não têm habilidade e comprometer as entregas.

Conseguir se integrar bem com o time que já está na empresa também não é tarefa fácil, mas é imprescindível para garantir o bom andamento do trabalho.

E como já citei acima, nada de mudar radicalmente porque foi efetivado, mesmo tendo passado do período de experiência, você continuará sendo avaliado.

Aproveite esse terceiro mês para pedir um feedback para sua liderança, para saber como foi seu desempenho e o que você pode fazer para ficar ainda melhor?

Para ser mais contribuição ao setor? Além de dar seu feedback também, caso esteja gostando do novo trabalho.

Esse é o assunto da semana, espero que você tenha gostado, curta e comente para eu saber o que achou desse tema. Fique à vontade para sugerir novos temas.

Indiferente se você está trabalhando ou não, é importante que você continue trabalhando sua empregabilidade, ser efetivado é ótimo, mas não é garantia de aposentadoria, por isso, além do networking físico, cuide também do seu networking virtual e não suma da vitrine.

Comenta aqui abaixo o achou desse conteúdo e compartilhe nas suas redes para ajudar outros profissionais como você. Gratidão por ler até o final.

Um grande abraço,

Janaína Lima

Linkedin TOP Voice Carreira | Mentora | Coach de Recolocação Profissional e Empregabilidade

PS: E se você chegou até aqui e ainda está buscando um NOVO emprego (para poder passar por essa fase e aplicar tudo que mostrei aqui no período de experiência), conheça o meu programa mais completo e avançado que já ajudou mais de 1.500 a conquistar um NOVO emprego.

Centenas deles em 2 meses, ou menos tempo que isso. Essa semana está numa MEGA promoção de Black November Antecipada!

Veja também o artigo: O que é LinkedIn e como usar para conseguir emprego

Clique AQUI para saber mais e ter o meu direcionamento e mentoria para conquistar seu merecido NOVO emprego muito mais rápido!

#assuntodasemana #carreiras #recolocacaoprofissional #novoemprego #contratodeexperiencia #rp20 #recolocacaoprofissional20 #janainalima

Fontes de consultas:

https://blog.portalpos.com.br/periodo-de-experiencia-no-trabalho/

https://www.roberthalf.com.br/blog/carreira/sem-panico-como-impressionar-no-periodo-de-experiencia

Sobre o autor | Website

Olá, eu sou Janaína Lima e minha missão é ajudar o maior número possível de profissionais a Conquistar um Novo Emprego e darem uma vida digna para suas famílias! Recrutadora Profissional e Gestora de RH, Psicóloga com MBA em Gestão de Pessoas, Mentora e Coach de Carreira, Especialista em Recolocação Profissional e Empregabilidade. Mais de 500.000 seguidores no Linkedin, a maior rede social profissional do mundo. Mais de 1.500 alunos já conquistaram um novo emprego tendo o meu direcionamento e seguindo minhas estratégias.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!