Retrospectiva 2017

Que tal me acompanhar em uma retrospectiva assertiva sobre 2017?

2017 foi um ano muito desafiante para a maioria das pessoas, aconteceram muitas coisas boas e algumas ruins, por isso vamos fazer a retrospectiva 2017, afinal de contas, muitos profissionais foram demitidos, mas vários voltaram a trabalhar esse ano também, inclusive alguns que estavam há anos sem emprego formal conseguiram a tão sonhada recolocação.

Toda essa instabilidade do governo deixou tanto as empresas quanto as pessoas inseguras e com as emoções à flor da pele sobre como seria esse ano, que graças a Deus está chegando ao fim.

Mas eu vou logo te avisar eu sou do time das pessoas otimistas que tenta sempre enxergar o lado bom das coisas, por pior que seja a situação…

E óbvio que se  você me permitir vou tentar fazer o mesmo com você através dessa leitura, topa?

Que bom! Então vamos nessa…

competencias organizacionaisO que aconteceu de bom em 2017?

Pense em detalhes, se for o caso rabisque em um papel:

  • Quem você conheceu em 2017 que valeu muito a pena?
  • O que você aprendeu em 2017 que lhe tornou ainda melhor?
  • O que aconteceu de bom mesmo em meio ao caos?
  • Quais foram  as melhores lições aprendidas esse ano?

Conectar-se nesta estação vai te fazer perceber que o ano não foi perdido, temos uma tendência em focar no que não conquistamos ainda, no que nos falta, mas o ideal seria que todos pudéssemos nos conectarmos mais com a gratidão e com os pequenos sucessos alcançados até então, e claro, com o planejamento para realizar o que não deu certo ainda, rever as metas, as estratégias e partir para cima com a certeza que o sucesso será garantido, você pode explorar melhor esse assunto lendo o artigo que escrevi sobre Planejamento para 2018!

Com o tempo percebemos que tudo acontece no tempo certo, mesmo a gente não entendendo muito bem esse tempo que o papai do céu sabe que é o melhor para cada um de nós! Mas basta dar tempo ao tempo que as peças começam a se encaixar e começa a fazer todo sentido, precisávamos por algum motivo passar pelo que passamos ou pelo que estamos passando!

Complementando nossa reflexão sobre a Retrospectiva 2017

1 – O que você fez, pensou e sentiu que está dando certo até aqui e que vale à pena continuar em 2018?

2 – O que vale à pena deixar em 2017?

3 – O que precisa ser ajustado, eliminado ou recomeçado de um jeito mais eficiente?

4 – O que vale a pena mudar a estratégia em vez de simplesmente desistir?

Invista um tempo pensando nisso, essa ação poderá te levar para a direção certa! 

Tenha clareza sobre o que vale à pena continuar fazendo e o que vale à pena deixar para trás, por falar em clareza, acho que vai gostar de ler esse artigo sobre clareza depois que terminar de ler esse.

Importante:

Nada que passou por pior que tenha sido deve ser visto como fracasso, veja tudo como EXPERIÊNCIAS, lições aprendidas que tornaram você uma pessoa e/ou um profissional ainda melhor para 2018.

Permita-se aprender com seus erros, nada pode ser pior para 2018 que carregar culpa pelo emprego que perdeu, pelas oportunidades que ainda não conseguiu aproveitar, pelas pessoas que magoou ou que te magoaram.

Permita-se ter e viver experiências positivas e negativas, elas fazem parte da vida, essas últimas são as que mais nos ajudam a crescermos e a nos desenvolvermos como seres humanos, porque na dor temos uma tendência maior de “olharmos mais para dentro” e tentarmos responder perguntas como:

“Onde foi que eu errei?”

“Onde é que eu estava com a cabeça quando eu (…)?

Esses momentos que parecem ser o “fim do mundo” costumam ser grandes oportunidades de crescimento pessoal e/ou profissional.

Se tudo deu certo na sua vida, com certeza você percebeu que não deu na vida de muitas pessoas próximas a você precisamos ter mais tolerância e paciência com as pessoas, tem muita gente frustrada e inconformada que não estão sabendo lidar com as circunstâncias, mas não deixe ninguém tirar sua paz, seja a paz que gostaria de ver no mundo! Precisamos pelo menos tentar!

Minhas palavras de ordem são: “Perdão” e “Gratidão” sabe porquê?

Por que precisamos perdoar a nós mesmos por todas as vezes que dissemos que íamos fazer algo e não fizemos (Seja o inglês, as aulas na academia, a dieta, a dedicação forte que dissemos que teríamos para voltar logo para o mercado de trabalho e de repente deixamos as coisas acontecerem e nada aconteceu, seja aquelas pessoas que amamos, mas que por algum motivo não demonstramos o suficiente até esse momento) a minha sugestão para você e para mim é: Perdoe-se! e Faça seu melhor a partir de agora!

 

2017 está muito próximo de acabar, mas ainda em tempo de acontecer muita coisa boa para aqueles que acreditam!

Quando digo coisas boas, são coisas boas mesmo! Tem pessoas que plantaram o ano todo e ainda está em tempo de fazer a colheita, mas lembre-se:

Se por acaso não for possível esse ano, poderá ser no início de 2018, a única coisa que não pode é Desanimar!

Infelizmente tem gente que desanima, isso só paralisa o processo para alcançar o que desejamos e merecemos, às vezes tudo que precisamos é mudar a estratégia!

Que no próximo ano, nesta data você possa pensar o quanto valeu a pena tudo que aconteceu, tudo que você passou, como você cresceu e que seu 2018 seja de muita saúde, prosperidade e metas realizadas, não viva de sonhos, viva de metas!

Faça seu Planejamento para 2018!

Um forte abraço,

Janaína Lima

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!