Idade atrapalha na Recolocação Profissional? [Artigo com Vídeo]

Olá aqui é a Janaína Lima, Mentora e Coach de Recolocação Profissional e Empregabilidade, tenho recebido muitas mensagens de profissionais das mais diversas idades com essa preocupação, o bendito fator idade que tem apavorado alguns excelentes profissionais.

A pergunta mais comum é:

“Minha idade pode atrapalhar minha recolocação profissional?”

Essa dúvida acontece com quem está com 38, 40, 50 e mais de 60 anos.

Não é fácil ficar fora do mercado em nenhuma idade.

Muitas vezes ficamos com dúvidas do tipo:

  • Estou “velho” para o mercado?
  • Será que ainda tenho chances?
  • Será que vale a pena querer concorrer com outros profissionais mais jovens?
  • Será que vale a pena continuar me atualizando, serei valorizado?
  • Acho que sou novo demais, não passo credibilidade!

São tantos questionamentos que eu resolvi gravar um vídeo curtinho, mas bem objetivo com reflexões e sugestões para lidar melhor com essas perguntas que muitas vezes nos perseguem de maneira negativa e sempre acaba nos sabotando.

Lembrando que:

A tendência é vivermos bem mais que nossos pais e avós, sabemos que a expectativa de vida mudou, especialmente para quem tem cuidado bem de sua saúde física e mental, então…

…Levando em consideração o período entre 1940 – 2015, os índices revelam um aumento de mais 30 anos de vida.

Isso significa que precisamos nos reinventar, repensar nossa carreira, seja ela CLT, PJ, MEI, seja como empresário ou empregado, a questão é que vamos viver mais e precisamos ficar confortáveis com a questão da idade, ela não deve ser uma objeção, especialmente em nossa mente.

Veja alguns depoimento de alunos do Programa Recolocação Profissional 2.0 que estão focando no que verdadeiramente importa!

Aqui ao lado esquerdo compartilho uma mensagem do Júlio, engenheiro Civil do RJ, aluno do meu programa Recolocação Profissional 2.0, ele ficou um período sem trabalho e já há alguns anos está cheio de projetos e feliz fazendo o que sabe e ama fazer.

Atualizei esse artigo recentemente e olha a nova mensagem que recebi do Júlio.

Espero que tanto o texto, quanto os vídeos lhe ajudem a pensar por perspectivas mais assertivas e te motive a mudar ….

…Primeiro sua mentalidade quanto a questão da idade, depois suas  ações na busca por um novo emprego.

Quando acreditamos mais na gente e baixamos a voz do nosso crítico interno, a nossa comunicação, nossa forma de encarar os desafios e os “nãos recebidos da vida” só aumentam nossa resiliência.

Com isso o  mercado de trabalho acaba se rendendo ao nosso profissionalismo e valorizando mais nossa experiência, porque passamos a despertar o interesse quando focamos no que verdadeiramente importa.

Vai ser fácil esse processo? 

Acredito que não!

Porque a tendência é procuramos motivos para validar os “não recebidos pela vida”, com isso usamos de desculpas: A nossa idade, a falta de domínio em um determinado idioma, a falta de especialização em nossa área de atuação e por aí vai….

Nada que vale à pena tende a ser fácil, mas se vale a pena, ouse!

Clique no play e escute o depoimento do João que reinventou sua forma de trabalhar.

Convite para mudar de nível:

Você está buscando um Novo Emprego?

Se a resposta for sim, inscreva-se para participar do Workshop Novo Emprego, um evento online e 100% gratuito, lá eu ensino tudo que você precisa saber para conquistar um emprego mais rápido e tornar essa jornada mais assertiva clique aqui e participe!

Um forte abraço,

Janaína Lima

Mentora | Coach de Recolocação Profissional e Empregabilidade.

 

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

4 Comentários

  1. Manoel Januário disse:

    Conteúdo bastante interessante gostei muito.

    obrigado

  2. Aline Santana Ricardo disse:

    Olá, meu nome é Aline e quero te parabenizar pelos vídeos, eles tem me ajudado muito nesse momento que me encontro fora do mercado de tranalho. Estou buscando algo na área que estudo, e como você fala, nesse seu vídeo, não sou novinha,mas, faço faculdade e estou fazendo também cursos pra me qualificar. Tenho certeza,nunca é tarde pra recomeçar. Gratidão pelo apoio, suas palavras de incentivos são sempre bem vindas. Obrogada.